Bem vindo!

Este Blog é parte integrante da disciplina lecionada pela Profª Drª. Rosa Motta, “Sistemas de Informação I: Conceitos, Fundamentos e Aplicação”, cujos objetivos são: possibilitar ao aluno a compreensão sobre a aplicabilidade dos conceitos de Sistemas de Informação às situações reais das organizações; proporcionar ao discente o entendimento sobre os sistemas de informação no que se refere aos seus benefícios, a agilidade e atualidade na tomada de decisão, na solução de problemas, na melhoria dos produtos, serviços e processos organizacionais; além de viabilizar a compreensão acerca da importância dos sistemas de informação nas organizações.

Sua edição é feita por Rafael Martins, Priscila Triani e Vanessa Cunha, alunos do curso de graduação em Administração Pública da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Por aqui você vai adquirir conhecimento a respeito de Conceitos Básicos do Sistema de Informação; Desenvolvimento de Sistemas; Qualidade; Governo Eletrônico (e-Gov); Hardware e Tendências; Pesquisa de Opinião sobre a qualidade do Sistema Integrado de Patrimônios, Administração e Contratos (SIPAC – UFRRJ); e ter acesso à análise da entrevista realizada com os gestores da Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFRRJ (COTIC – UFRRJ).

Boa leitura!

Estudo de Caso: Gestão de equipamentos de hardware do SERPRO

Você já ouviu falar na SERPRO? Se não, te explicaremos!

O SERPRO desenvolve soluções tecnológicas que viabilizam as ações estratégicas do Estado brasileiro, e é líder no mercado de TI para o setor público. Significa: Serviço Federal de Processamento de Dados.

A empresa possui presença nacional, robusta infraestrutura tecnológica e ampla experiência com os grandes sistemas da Administração Pública Federal.

Sua linha de negócios envolve serviços sob medida, serviços em nuvem e serviços de informação.

A seguir, apresentaremos em um mapa conceitual, a proposta da SERPRO para resolver a dificuldade de gestão de equipamentos de hardware mantidos por ela.

 

De acordo com Helen Freitas, que trabalha junto ao desenvolvimento da ferramenta no Rio de Janeiro, para a implementação, uma das premissas foi a otimização da consulta, que atualmente é menos amigável, pois não existem os agrupamentos e critérios de consulta necessários na ferramenta de workflow. “Também é uma solução implementada com tecnologias livres e compatível com os demais relatórios gerenciais da empresa, possibilitando o cruzamento com dados de outros segmentos para gerar uma informação mais abrangente”, ressalta.

Uma prévia do sistema foi entregue em fins de agosto deste ano
e, em breve, deve entrar em produção, atendendo a todas as regionais e escritórios da empresa.

Comunicação Empresarial do Serpro – 25 de outubro de 2016.


 

Se você chegou até aqui, parabéns!

Agora você está apto para falar sobre Sistemas de Informação em qualquer discussão!

Aproveite para voltar ao nosso Blog quando quiser saber mais sobre os conceitos, aplicabilidade, usabilidade e funcionalidade dos sistemas e do desenvolvimento de informação.

O INFOrme-se estará online, esperando por você!

 

 

Postado por: Priscila Triani

Bibliografia: http://www.serpro.gov.br/
Ferramenta permite gestão de de hardware no Serpro, disponível em: <http://www.serpro.gov.br/menu/noticias/noticias-antigas/noticias-2016/ferramenta-permite-gestao-de-equipamentos-de-rede>

Referência: Sistemas – Hardwares e Tendências: Tarefa 5.

Tendências de hardware: Conceitos

A crescente capacidade do hardware e da tecnologia de rede vem mudando radicalmente a maneira como as empresas organizam sua capacidade computacional.

Vejamos quais são estas tendências computacionais.

Computação em nuvens: Se refere à utilização da memória e da capacidade de armazenamento e cálculo. Isto quer dizer que você não precisa instalar aplicativos em seu computador, pois o meio de armazenamento é online. Exemplo: Dropbox, Google Drive, iCloud, etc.

S3: Simple Storage Service é um serviço da ‘nuvem’ e serve para armazenamento de dados de clientes. Algumas empresas utilizam a capacidade excedente de sua infraestrutura de TI para oferecer uma infraestrutura de TI para serviços de venda baseadas no ambiente em nuvem. Exemplo: Infraestrutura de TI da Amazon.

EC2: O Elastic Computing Cloud também é um serviço da ‘nuvem’ e serve para execução de sua aplicação, assim como o S3.

Nanotecnologia: É uma tecnologia que se utiliza de átomos e moléculas individuais para criar processadores e outros dispositivos cada vez menores do que do tamanho da tecnologia atual. Exemplo: a IBM e outros laboratórios de pesquisa utilizam esta tecnologia para criar nanotubos.

RAID: Redundant Array of Inexpensive Discs é uma tecnologia utilizada para computadores grandes com grande necessidade de armazenamento.

Sistemas legados: é a denominação que se dá para sistemas antigos de processamento de dados.

Sistemas por demanda: é quando as organizações que utilizam a nuvem não possuem infraestrutura para fazer grandes investimentos em hardware e software, ao invés disso, elas adquirem seus serviços através de provedores remotos e pagam somente pelo montante de poder computacional que utilizam, logo é denominada como sistema sob demanda.

 

 

Postado por: Priscila Triani

Bibliografia: LAUDON, K.; LAUDON, J. Sistemas de informação gerenciais. São Paulo: Pearson, 2010.

Referência: Sistemas – Hardwares e Tendências: Tarefa 4

Dispositivos de entrada e saída

Segundo LAUDON (2010), a interação humana com sistemas de computador, acontece geralmente por meio de dispositivos de entrada e saída.

Dispositivos de entrada: Recolhem dados e convertem em fatos eletrônicos.

Dispositivos de saída: Apresentam os dados depois de processados.

Abaixo, veja alguns exemplos.

Dispositivos de Entrada

Entre os dispositivos de saída, alguns exemplos são:

 

Dispositivos de Saída

*Estes quadros se referem à Tarefa 3: Construa um quadro que contenha o nome, a descrição, a imagem e o preço dos dispositivos de entrada e de saída.

Postado por: Priscila Triani
Bibliografia: LAUDON, K.; LAUDON, J. Sistemas de informação gerenciais. São Paulo: Pearson, 2010
https://conceitos.com/dispositivos-de-entrada-e-saida/
www.buscape.com.br/pesquisa-precos/

Referência: Sistemas – Hardwares e Tendências: Tarefa 3